August 25, 2009

Fuja da síndrome da barata tonta

É necessário eliminar da equação (tomada de decisão de investimentos) o lado EMOCIONAL.
Marcos Duarte resumiu bem (ver abaixo) o que encontramos no nosso dia-a-dia.

__________________________________________

"FUJA DA SÍNDROME DA BARATA TONTA. O investidor precisa entender que é impossível acertar a hora de aplicar seu dinheiro com total precisão. Ele não vai conseguir comprar ações na baixa recorde e depois vender na alta histórica. O que dá, sim, para fazer é diagnosticar as tendências e evitar a síndrome da barata tonta - o comportamento do investidor que compra e vende ações a toda hora ou pula de um fundo para outro a qualquer mudança de mercado. Quem faz isso aumenta a chance de perder dinheiro. Uma tendência clara é o crescimento dos investimentos em fundos multimercados e em ações. Quem for para os multimercados deve entender que esse segmento é amplo e engloba fundos com estratégias muito diferentes. O interessante é buscar os gestores mais arrojados, que aplicam em ações, moedas, juros e derivativos. Eles correm mais riscos, mas podem entregar mais resultados. E cuidado com a taxa de administração. Evite a situação que você entre com o dinheiro, corre o risco e, na hora de dividir o lucro, fica com uma parcela menor que a do gestor,."
Marcos Duarte
Polo Capital ManagementFonte: Revista Exame, edição 950